≡  
02
dez
2016

Já faz quase dois anos que eu tenho esse espaço e uma das maiores mudanças que “blogar” trouxe, foi gostar de menos blogueiras do que eu gostava antes de embarcar nesse mundo. Eu confesso que tive muito preconceito comigo mesma, pois achava esse mundo superficial. Como eu poderia deixar pra trás um trabalho “que as pessoas levavam a sério” e pagava bem, pra mergulhar nesse oceano de superficialidade?

Essa é uma questão que eu venho trabalhando internamente ao longo dessa trajetória. Não, eu nunca ganhei dinheiro com esse blog. Não, eu nunca montei um mídia kit e fiz de tudo para comercializá-lo. Isso porque, antes de ganhar dinheiro com esse espaço, eu queria ter um material do qual eu me orgulhasse. Eu busquei escrever sobre tudo que eu gosto de graça.

E não segui o caminho mais comum, fazendo um networking frenético com pessoas com as quais eu não tenho uma conexão real. Além disso, entendi que a minha onda não é a de montar um personagem com uma vida perfeita. Aceitei as minhas imperfeições e entendi que o meu amor pela escrita tem como objetivo a criação de pontes e um diálogo carinhoso e direto com o meu público.

E, ao longo desses quase dois anos, eu construí relações que foram os verdadeiros prêmios por esse trabalho. Leitoras queridas, parceiras de trabalho que me orgulham e a melhor companheira de lançamentos (Oi, Duda!).

Essa explicação longa pra contextualizar o motivo pelo qual eu sigo menos blogueiras hoje em dia. Eu não tenho a menor intenção de vender perfeição por aqui e descobri que também não quero mais consumir esse tipo de conteúdo.

trinta-e-poucos-love-style-life-garance-dore-3

Dizem que a gente não deve comprar um livro pela capa. Bom, eu contrariei essa regra e conheci uma blogueira gringa que já quero como amiga de infância, a Garance Doré. Ano passado, eu publiquei a resenha do livro Man Repeller, da Leandra Medine, outra que eu desejo que venha tomar café comigo um dia desses. O que as duas têm em comum? Elas escreveram livros que te transportam pra uma vida real.

trinta-e-poucos-love-style-life

Em Love x Style x Life, Garance Doré conta os muitos caminhos tortos da vida que a levaram a fazer do blog a sua empresa. Começando pelo tanto que a família a inspirava em termos de estilo, passando pela sua paixão pelas artes e chegando numa luta pra tentar ter uma carreira convencional. Nada disso funcionou e, depois dos 30 anos, Garance se entregou à sua paixão por ilustração. O blog surgiu como uma forma de mostrar o seu portfólio.

trinta-e-poucos-love-style-life-garance-dore-style-2

E ela virou uma das pessoas mais influentes da moda mundial. E o que eu achei que seria um livro cheio de regras de estilo, é um diário de bordo de uma mulher que não tem a intenção de virar referência de nada. O foco é a troca. E isso fica claro em todo o livro, cujas fotos e ilustrações são de autoria da blogueira. Garance fala dos seus itens essenciais do armário e te convida a descobrir os seus. Ela fala de todo o tempo que ela gastou tentando ser fashionista e o caminho que a levou a descobrir o seu estilo. Todas as mulheres que a inspiram (sério, só tem gente incrível) estão lá, dando depoimentos encantadores, sem máscaras.

trinta-e-poucos-sex-and-the-city-garance-dore-love-style-love

Garance fala de beleza, da chegada aos 40 anos, de diferenças culturais entre parisienses e nova-iorquinas, moda, amizade, carreira, tecnologia. E fecha falando de amor. Com uma franqueza digna de Carrie Bradshaw, ela abre a sua vida amorosa, enumerando as muitas lições que os seus erros trouxeram. Ela fala inclusive sobre o comentado romance com o rei da fotografia de street style e dono do blog de moda mais influente do mundo, Scott Schuman, do The Sartorialist.

Nesse livro você encontra momentos vergonhosos, aprendizados, romance, histórias encantadoras, mas, principalmente, você encontra uma mulher que aprendeu a rir de si mesma. E isso é a coisa mais maravilhosa que uma mulher pode aprender. Recomendo que antes de comprar o livro você entre no site dedicado a ele, o Love Style Life. Lá você vai encontrar vídeos com as entrevistas com as mulheres que inspiram a autora, que tiveram trechos publicados no livro, como a Drew Barrymore. Garance também lista os seus lugares favoritos em Paris e Nova York.

Vai para – a estante – Além de ser um livro adorável, Love x Style x Life é simplesmente lindo, encantador. Sou louca por livros de moda e esse tem fotos e ilustrações maravilhosas.

Indicado para – Primeiro, pessoas que falem inglês. Esse livro é importado e não foi traduzido pro português. A linguagem é simples e a leitura é muito agradável. Mulheres que curtem uma “girl talk” vão amar esse livro. Qualquer pessoa que ame Sex and the City vai se apaixonar por Love x Style x Life, a Garance tinha tudo pra ter sido o quinto elemento da série.

Comentários: 6

  • Denise D. comentou em

    Karla,
    Feliz Natal !!
    E que você consiga realizar muitas coisas bacanas em 2017. (e conte prá gente rs)
    bjs

    Responder
    • Ka Alvera comentou em

      Ah, muito obrigada, Denise!! Um ano lindo pra você! Agradeço pela companhia e pelo carinho 🙂 Beijos

      Responder
  • Oi, Karla!

    Infelizmente, o mundo blogueiro mudou muito desde quando eu comecei a blogar. Antes, os blogs eram apenas diários virtuais. Confesso que era muito mais gostoso!

    Achei bem interessante o livro! Vou esperar chegar no Brasil para comprá-lo!

    Beijinhos

    Responder
  • Karlinha,
    Em primeiro lugar estava com saudades de vc e do seu bloguito!! Em segundo, palmas para sua introdução! Tenho 5 anos de blogosfera e compartilho exatamente tudo que vc disse. A não ser por uma fase mais frenética ou tentava acompanhar tudo e todos.
    Anyways falei da Garance ainda esses dias lá no blog e ela tem sido a minha maior inspiração nesses últimos tempos, sabia? Até meu face esta com uma ilustração dela (acho lindas!).
    O Love x Style x Life é o tipo de livro que eu vou amar! Gosto de mesclar uma leitura mais leve, girl talk e inspiradora!
    Besotes saudosos
    Pri

    Responder

Instagram