≡  
10
jun
2016

Nos cinco anos que eu moro sozinha / casada, aprendi que a casa vai sendo montada ao longo do tempo, mudando com a gente. E que é importante que a gente esteja atento aos incômodos, pra que você possa modificar e deixar a casa adequada a sua realidade do momento.

Há algum tempo venho me sentindo incomodada com dois móveis do meu quarto: a cômoda, que meu marido trouxe com ele quando mudou (que eu acho horrível), e a minha mesa de cabeceira, que é um móvel que me acompanha desde a adolescência. O caso da cômoda é mais complexo e será abordado em alguns posts em breve. Já a mesa de cabeceira, eu cogitei dar e comprar outra

Trinta-e-Poucos-Mudando-a-cara-da-mesa-de-cabeceira

Bom, felizmente, eu me toquei da besteira que eu estava prestes a fazer. A maior parte das lojas atualmente vende móveis de madeira de qualidade bem duvidosa. Até a Tok & Stok, que tem uns móveis mais caros, acaba investindo no design e deixando a desejar na qualidade. E esse meu móvel é feito de madeira maciça, coisa que a gente quase não vê mais pra vender por aí. Chega a ser difícil de transportar, já que a mesa é muito pesada.

O fato é que eu provavelmente não encontraria um móvel que eu topasse pagar nesse mesmo nível de qualidade. Uma amiga um dia me fez despertar pra uma opção óbvia, que ainda não havia me ocorrido: eu poderia reformar os móveis. No caso na mesinha, a cor não me incomoda e ela está em excelente estado. Continuo achando ela bem bacana por caber muita coisa, mesmo não tendo o design mais sensacional do mundo.

Resolvi tentar a troca dos puxadores. Os puxadores originais dela eram de madeira e quebraram em uma das minhas milhares de mudanças. Quando a minha mãe trouxe ela pro apê que eu moro atualmente, ela já veio com esses puxadores de metal prateados. Eles são até bonitos e de boa qualidade, só não tem muito a ver com o estilo do móvel.

Trinta-e-Poucos-puxador-antigo

Pesquisando na internet eu achei um modelo bacana na Leroy Merlin. Quando olhei o preço, comprovei a teoria de que tenho dedo podre, R$ 48,00. Jamais pagaria esse valor por um puxador. Continuei pesquisando, até que eu cheguei numa loja virtual chamada Casa do Marceneiro. Pasmem, consegui o mesmo puxador por R$ 21,34! Comprei um pra testar e adorei. A peça é pesada, de uma ótima qualidade. E vem com dois parafusos. Sem falar no atendimento deles, que foi sensacional.

 Trinta-e-Poucos-Casa-do-Marceneiro-puxador-novo

Uma amiga minha costuma dizer que os puxadores devem ser mais caros que o móvel. É claro que isso é força de expressão. Mas puxadores de boa qualidade fazem uma grande diferença e podem enriquecer, dar uma cara nova pro seu móvel. . Essa semana chegaram os dois que faltavam pra trocar todos e olha só como a mesa ficou:

Trinta-e-Poucos-Mudando-a-cara-da-mesa-de-cabeceira-depois

Agora que a saga da mesa de cabeira foi concluída, pretendo mudar os puxadores da minha escrivaninha e reformar a cômoda. Pra quem pensa em comprar puxadores duplos pela internet, uma dica importante, você precisa medir a distância entre os parafusos. Alguns são vendidos em três opções de tamanho!

E você, já reformou ou mudou a cara de um móvel da sua casa? Tem alguma dica? Compartilha nos comentários!

Comentários

Nenhum comentário foi publicado para este post. Seja o primeiro a comentar...

Instagram