≡  
10
dez
2015

Leandra Medine é uma blogueira nova-iorquina famosa mundialmente. Isso era o que eu sabia sobre ela. Sempre fui mais ligada nas blogueiras brasileiras e nunca fui além de uns passeios rápidos pelo seu manrepeller.com Quando soube que ela lançou um livro homônimo ao seu blog, fiquei curiosa. Àquela altura o meu blog já estava deixando de ser apenas um plano e eu tive vontade de saber mais sobre a sua história.

Judia, nova-iorquina, caçula de 3 irmãos, estudante de colégio judaico e, depois, de uma faculdade alternativa. O primeiro beijo, a primeira transa, o casamento. Tudo isso escrito de uma forma delicada e divertida. Sem compromisso com a ordem cronológica dos acontecimentos, é uma delícia acompanhar a trajetória de uma criança louca por sapatos, que cresce com o sonho de ser escritora.  Ela ainda conta sobre a sua temporada em Paris e o estágio na Valentino. As fotos escolhidas por Leandra para o livro são a cereja do bolo, divertidíssimas, te ajudarão a visualizar o seu estilo ao longo da vida.

Em relação à moda, sempre haverá novas formas e olhares. A Leandra e o seu Man Repeller são uma prova viva disso. Nadando contra a corrente da geração que corre atrás da perfeição estética, ela buscava mostrar a sua personalidade através das roupas, longe das tendências. O seu foco sempre esteve em peças que a tornassem descolada, não atraente. Uma de suas amigas apelidou esse estilo “livre” de man repeller (repelente de homem), como resposta ao seu dilema de não conseguir um relacionamento. Esse foi o início de um blog que se tornou referência mundial, lá em 2009. Pelas palavras de Leandra (pag.163):

“...Culpar as minhas roupas pelos romances fracassados seria tão mais fácil. Eu amava demais as roupas para ser tão dura com elas como já havia sido comigo mesma. Após um instante de reflexão, percebi que sempre me preocupei mais em parecer ‘descolada’ que ‘bonita’. Roupas atraentes do tipo convencional, com pretinhos básicos, jeans skinny, blusas acinturadas e saias curtas nunca despertaram meu interesse tanto quanto formas interessantes – um vestido que parece um triângulo, calças que em vidas passadas poderiam ter pertencido a Jared, do comercial do Subway – e cores escandalosas. Percebi rapidamente que essa minha preferência era libertadora. Por que isso não tinha me ocorrido antes? Eu era uma repelente de homem. Era tão óbvio.”

Recomendo esse livro a pessoas que procurem uma leitura leve e, é claro, para as amantes de moda. Ah, um atrativo extra para as brasileiras, o prefácio foi escrito pela Vic Ceridono, autora do blog e do livro Dia de Beauté e editora de beleza da Vogue Brasil.

Pra fechar com chave de ouro, looks incríveis da Leandra, postados no Man Repeller:

Por último, seu look do grande dia, cheio de personalidade:

Comentários

Nenhum comentário foi publicado para este post. Seja o primeiro a comentar...

Instagram