≡  
05
nov
2015

Gente, hoje foi dia de tiro, porrada e bomba em todas as partes do mundo que têm a sorte de ter H&M, já que foi lançada a tão comentada coleção da Balmain. O estilista Olivier Rousteing tornou a marca uma das mais desejadas do mundo e a campanha com a Kendall Jenner e  Gigi Hadid foi a gota que faltava pro copo de desejo das fashionistas entornar.

Eu finalmente parei pra ver todas as peças e, ao invés de fazer um post de favoritos, que faria você sofrer por não poder comprar nada, resolvi fazer um post pra mostrar 10 peças que eu jamais compraria dessa coleção. Sim, achei algumas coisas fantásticas, mas pouco usáveis. E gente, tem muita coisa estranha.

Putz, preciso explicar? Casaco do Michael Jackson peludo flamenguista?! Ele sai por USD 129,00.

Não curti nenhum bolsa da coleção, mas essa se superou. Só eu tenho a sensação de que falta um pedaço? Achei cafona, pouco prática.. Ah, ela sai por USD 199,00. Definitivamente não.

Eu achei que essa moda Beetlejuice tinha passado... Além das listras em calça, que me dão nervoso, os detalhes tornam tudo ainda mais confuso. Não da pra imaginar uma pessoa que não seja seca com essa calça e ainda assim, continuo achando "uó". Ela sai por USD 99,00.

Outra peça complicada pra pessoas normais. Muito curta e ainda rola essa fenda que faz ela parecer terrível pra sentar. Sai por USD 99,00.

Anos 90 feelings... Achei que já havíamos superado essa fase de ostentar marca em camiseta... Achei os USD 34,99 cobrados um pequena fortuna, considerando que a H&M certamente tem muitas peças incríveis, diferentes, por esse preço.

Achei o tecido e os detalhes bonitos, mas esse modelo não rola. Claro que essa é a opinião de uma pessoa que mora num país que tem verão quase o ano inteiro. Acho que se eu tivesse que me preocupar em como sair estilosa de uma maneira que a blusa térmica ficasse escondida, eu olharia com outros olhos. Ela custa USD 99,00.

Só consigo imaginar o "menino Michael" com essa peça. Resumindo, um quimono de paquita, que custa USD 99,00.

Jamais compraria um fone de ouvidos num lançamento desses. Só eu acho isso muito estranho? E USD 49,99 num fone de ouvido, sério?

Vou começar dizendo que parece vestir muito bem e que esse tanto de bordados é muita riqueza. Só que, aonde usaríamos essa belezinha? Melhor, quantas vezes você acha que seria possível usar esse vestido discretinho, a ponto de compensar os USD 199,00? Tá barato pro trabalho? Provavelmente. Mas sempre penso que uma peça só é cara ou barata se eu considerar o número de vezes que ela será usada.

É lindo? É. É rico? Com certeza. Eu pagaria USD 549,00? Jamais! Mais um caso de peça incrível, mas pouco usável.

Então, a proposta desse post é fazer a gente refletir sobre essas parcerias. Eu amo moda, sempre amei. Fiquei louca por várias peças dessa coleção e é óbvio que tentaria comprar alguma coisa se nós tivéssemos H&M aqui. Só que é importante pensar, que ser incrível não basta. Qual é o seu estilo de vida? Vai a muitas festas superbadaladas? Vive em restaurantes tops? Trabalha com roupa mais social? Ou num ambiente mais informal? Gosta de andar montada todo dia?

Roupas não podem ser compradas na teoria. Por tornarem mais acessíveis peças de estilistas e marcas famosas, essas coleções têm preços às vezes bem mais elevados do que essas fast fashions costumam cobrar. O fato de ser mais barato não significa que seja barato. Tenho procurado fazer esse exercício em todas as coleções especiais que têm sido lançadas. Cansei de comprar peças maravilhosas pra ocasiões que nunca vão chegar.

Por favor, me contem se eu tô doida por não achar que a coleção justifique esse tumulto.

Coloquei na cabeça que algumas coisas são maravilhosas só pra olhar, pelo menos até que elas se encaixem na minha rotina e no meu estilo. Não adianta ter um Balmain incrível mofando no armário.

Pra fechar, vou mostrar as minhas peças favoritas:

Da direita pra esquerda, de cima pra baixo:

1) Tô atrás de um colete de alfaiataria faz tempo. Essa é uma peça clássica e, se você curte, vale investir em uma de boa qualidade, que dure no armário. Ele custa USD 129,00.

2) Inspirado num modelo muito famoso da Balmain, esse é um blazer que faz a roupa de tão incrível. Achei os USD 129,00 baratos pro tanto que essa peça parece rica e pro tanto que seria útil.

3) Blusa po-de-ro-sa. Ao mesmo tempo que é marcante, os tons básicos permitem que ela seja usada com partes de baixo de diversas cores. Só achei o preço meio puxado, comparado ao blazer, por exemplo, USD 129,00.

4) Gargantilha poderosa, levante qualquer camiseta básica. O preço é azedinho, USD 99,00.

5) Adoraria saber qual é o material dessa jaqueta, couro animal ou ecológico. Caso seja feita de couro animal, achei os USD 399,00 justos. Caso não, dá pra comprar uma de couro animal na Zara por esse preço. Ainda que o caimento seja fenomenal, eu ficaria arrasada se ela durasse pouco.

6) O bracelete, do mesmo estilo da gargantilha, é lindo! Sai por USD 79,99.

7) Pretinho básico poderoso! Dependendo do material e do caimento, pagaria os USD 299,00 pra ser uma peça de vida longa e versátil no armário.

8) Amei essa blusa!! Deve ficar absolutamente incrível com jeans. Não compraria pelo preço. Não pagaria o mesmo valor do blazer branco maravilhoso, USD 129,00, numa blusa.

9) Então, vamos fechar com uma contradição... "Ka, esse vestido não é tão marcante quanto o verde?" Sim. Só que o corte e o comprimento me fizeram achar ele muito mais chic e usável. Adoraria vê-lo pessoalmente, pra saber se vale os USD 499,00.

No final das contas, acho que eu compraria o blazer branco, a jaqueta de couro (?) e o vestido preto.

Quer um conselho de amiga? Aproveita esse post, faz esse exercício de analisar as peças mais friamente e se prepara. Semana que vem vai começar a venda da coleção da Mixed para C&A na loja virtual e vai rolar o lançamento em São Paulo. As minhas expectativas estão enormes, mas tô me preparando aqui. Que tal só comprar aquilo que realmente vai usar muitas vezes?

Me conta o que achou nos comentários, ok?

Comentários

Nenhum comentário foi publicado para este post. Seja o primeiro a comentar...

Instagram