≡  
17
maio
2015

Sou uma mulher fora da curva, nunca sonhei em casar. Não olhava vestidos de noiva, nem decoração de casamentos. Jamais cogitei casar na igreja. Mas a vida é feita de ironias e eu acabei arrumando um noivo católico praticante, ex-micareteiro, que sonhava com uma festa em que pudesse tocar Voa Voa, do Chiclete com Banana (Os amigos dele de faculdade têm uma tradição de levantar os noivos, para que voem no salão durante a música). E exatamente por nunca ter sonhado com um casamento na igreja e uma festa, que foi tão difícil e cheia de descobertas a fase de organização do grande dia. Eis as coisas mais marcantes que esse um ano e meio me ensinou:

1) Ainda que você não tenha sonhado com isso, vai ser um dos dias mais felizes e marcantes da sua vida

Isso mesmo, foi estressante. Eu não tinha muito jeito pro papel de noiva, pensei em desistir na celebração um milhão de vezes. Só que agora, depois de ter vivido essa data, eu posso afirmar: vale cada centavo e cada dor de cabeça. Dificilmente você vai conseguir ter todas (ou quase todas) as pessoas que você ama num só lugar, vibrando com você, por você. Sempre tive medo de dormir na cerimônia, por isso optei por um padre mais animado, digamos. Mas não tem como, lembro de cada palavra, cada um dos olhares dos convidados, cada minuto de emoção. É caro? Sim, agora mais do que nunca. Dá trabalho? Sim, são muitos os detalhes. Vale tudo isso? Sim, você não vai se arrepender, é inesquecível.

2) A importância de escolher bons profissionais de fotografia e filmagem

Se você for parar pra pensar, tudo tem a sua importância. Mas esses dois itens devem ter um atenção especial. São as lembranças que te acompanharão por toda a vida. Por isso, os fatores que você deve levar em conta para essa seleção são:

- Valor – Fazer uma lista de pelo menos três profissionais que estejam dentro do seu orçamento já é um grande primeiro passo para filtrar as milhares de opções;

- Álbum – Faça questão de ver as opções de álbum que o fotógrafo oferece, observe a diagramação e o acabamento do produto final;

- Empatia – Esses profissionais irão de acompanhar boa parte do seu dia. Como o nervosismo é quase certo, ter pessoas com as quais você se identifique e que tenham uma energia parecida com a sua ajuda demais;

- Recomendação – Procure saber se alguém conhecido já trabalhou com alguns desses profissionais e pergunte o que essas pessoas acharam do trabalho deles;

- Portifólio – Pesquisar trabalhos anteriores que eu esses profissionais fizeram no local da sua festa/cerimônia e no horário em que o seu casamento vai ser realizado (de dia ou de noite) ajuda muito a ter uma ideia daquilo que você quer em relação a estilo e pode te dar um noção do que você vai receber de produto final;

- Assistir a pelo menos um vídeo inteiro da equipe de filmagem – Fatores como edição, qualidade da imagem e iluminação devem ser observados. Passei por um fornecedor que não iluminava a pista de dança para filmar, ele alegava que isso tirava a naturalidade e alterava o resultado final. Só que o resultado final dele era um monte de vultos dançando. A questão da qualidade do áudio na cerimônia também deverá ser observada, você precisa ver se é possível compreender a todos claramente.

3) Nome no mercado não quer dizer muita coisa

Não se baseie só na fama do profissional no mercado para fazer as suas escolhas. Pesquise o trabalho e procure recomendações. É possível achar bons profissionais em todas as faixas de orçamento. Nem sempre ver o nome do profissional na revista é garantia de um bom trabalho. Tive uma grande decepção nesse sentido e garanto que nome não quer dizer muita coisa. Muitos profissionais se acomodam quando chegam no topo.

4) A importância do RSVP (Répondez S'il Vous Plaît / Responda por favor)

Nos meus vinte poucos eu não confirmava presença em nenhum dos casamentos que eu ia. Ignorância pura, que eu só perdi quando acompanhei a organização dos casamentos de pessoas próximas e, principalmente, quando organizei o meu. O valor da nossa casa de festas era cobrado por pessoa, assim como o valor do buffet e o cálculo das bebidas. Os buffets geralmente se preparam para receber até 10 pessoas além daquelas que confirmaram presença. Ao ignorar a confirmação, corre o risco de faltar comida. De preferência, confirme a sua presença espontaneamente, ligando para o número de telefone indicado no convite ou no site do casal. Alguns cerimoniais cobram POR EMAIL ENVIADO e por LIGAÇÂO, gerando mais custos para os noivos. A questão da confirmação tem um outro ponto muito importante...

5) Só confirme, caso vá comparecer ao evento

Uma semana antes do evento, é fechado o número final de convidados e os noivos acertam os últimos valores com a casa de festas, o buffet e fazem ajustes nas quantidades de doces, bebidas e bem casados. Quando você confirma e não aparece, você faz os noivos desperdiçarem dinheiro. Eu fiz isso uma vez na vida e me arrependo horrores. Os noivos já tem muitos gastos e é uma grande tristeza pagar para um pessoa que não apareceu e nem se deu ao trabalho de avisar. Imprevistos acontecem? Claro. Mas faça uma gentileza, dê satisfação aos noivos, peça desculpas.

6) Nunca, jamais apareça em um casamento em que você não foi convidado, ou peça para incluir alguém na lista

Uma das partes mais duras da organização do casamento é que é impossível chamar todas as pessoas que você gostaria. A não ser que você seja muito rica (o), o que não era o nosso caso. Com isso, os noivos passam por muitas dúvidas e frustrações, ao ter que deixar pessoas de fora. Acompanhei uma amiga, que era solteira na época a um casamento. Ela recebeu somente um convite e pediu a inclusão do meu nome. Eu era muito nova e não me toquei do tamanho da gafe, pois conhecia a noiva e vários amigos dela. Eu não fui convidada, por não ser muito próxima e provavelmente saí em seu álbum de casamento. Anos depois eu compreendi a gravidade dessa minha falta de noção. Caso esteja lendo, Lydi, desculpa, de coração! Existem exceções? Claro, para tudo na vida. Uma grande amiga minha acompanhou um amiga dela que foi convidada para um casamento fora da sua cidade, ao qual o marido não pôde comparecer. Nesse caso, os noivos já contavam com duas pessoas e devem ter ficado muito felizes com o esforço da convidada em comparecer ao casamento.

7) Seja fiel às suas vontades

Não contrate um serviço porque “tem que ter”, não convide por educação, não siga nenhuma regra com a qual não concorde. Nunca se esqueça que o casamento é dos noivos, e é a vontade e as expectativas deles que devem ser atendidas. É uma regra que pode ser levada para a vida, viva aquilo que você acredita.

8) O buffet e as bebidas são muito importantes, só não esqueça que uma quantidade adequada de garçons é o segredo para que tudo funcione

Observe muito esse detalhe ao contratar o buffet. Não adianta nada ter as melhores comidas e bebidas, se não há garçons suficientes para servi-las. Não esqueça de ter um garçom só para os noivos. A emoção é grande e vocês não lembrarão de comer e beber. Ter uma pessoa dedicada a lembrar vai fazer muita diferença, o que nos leva ao próximo item...

9) Manere no consumo de bebidas alcoólicas

Normalmente os noivos passam muitos meses organizando tudo e investem uma verba grande. Não estrague tudo bebendo como se você estivesse numa night. O bacana do casamento é curtir com os convidados e lembrar dos momentos vividos. E a bebida não é a melhor amiga das lembranças. Isso significa que você não deva beber? De maneira alguma, por isso o garçom seguindo os noivos é tão necessário. Alternar um copo de bebida alcoólica comum copo de água já fará toda a diferença no final da noite.

10) Algumas coisas não são tão importantes assim

Organizar um casamento é um intenso exercício de priorização. Eu julgo como itens mais importantes e que, consequentemente, deverão consumir uma parte significativa do orçamento dos noivos a fotografia; a filmagem; o buffet; as bebidas; o maquiador; os doces; e o dj. Mulher normalmente ama decoração, só que alguns detalhes ligados a ela podem causar um rombo no orçamento e, sejamos sinceras, quem lembra das cadeiras usadas num casamento? E das forminhas? Você acha que alguém vai notar se a toalha for de renda francesa? Existem muitas opções mais baratas que poderão surtir o efeito que você deseja, sem que você tenha que quebrar o cofrinho. Outro item que, na minha opinião, não vale um investimento alto, é o convite. A grande verdade é que ele será jogado fora. Um modelo mais básico pode te fazer economizar muito e possibilitar um investimento maior em um item de grande importância. Um casal de amigos, inclusive, convidou por email. Achei o máximo. O convite era lindo, a cara do casamento. Eles economizaram uma grana, conseguiram que os convidados comparecessem e ainda ajudaram a preservar o meio ambiente. Outro item que pode ser cortado em caso de orçamentos apertados são as lembranças. Tem casamento que parece congresso, tem um milhão de brindes. Não se endivide por isso, no final das contas, as convidadas ficam sem lugar em casa para enviar esse milhão de rasteiras. Não que eu não ache importante, se for possível, faça. As rasteiras mantém as convidadas por mais tempo na pista. Só que se a grana estiver curta, invista apenas em um bom bem casado, que já vai ser uma doce lembrança que os convidados terão do seu casamento no dia seguinte.

11) Conforto é essencial

Jurei que não me casaria de tomara-que-caia, nem de vestido estilo sereia. Mas quando experimente o meu vestido não consegui olhar para nenhum outro. É um lindo relato, mas não se deixe levar só pelo sentimento. Tente experimentar muitos modelos diferentes, para ver o que vai funcionar melhor no seu corpo. E evite o tomara-que-caia. Na hora do Voa Voa, precisei de umas cinco meninas com a mão no meu decote, pra garantir que que não pagasse peitinho. Isso também vale para o sapato. Amo Sex and the City e queria me casar com uma Manolo Blahnik. Ficou só na vontade, nisso eu acertei. Sapato de noiva deve ser confortável e fácil de andar. Assim você corre menos risco de cair e pode dançar a noite toda.

12) Os detalhes são muito importantes, mas não podem jamais estragar o conjunto da obra

Em alguns momentos eu me estressei demais. Faltando três meses, você começa a ver detalhes muito pequenos, como forminhas de doce, e o estresse aumenta consideravelmente. Vou te contar um segredo, nada disso vai estragar o seu dia. Se você está casando com um pessoa que você ama, se os seus amigos e a sua família estarão ao seu lado, nada mais importa. Confie nas suas escolhas e aproveite o momento. Pode ser que nem tudo saia perfeito, só que a vida é assim. E não é a perfeição que vai fazer o seu dia mais ou menos feliz, acredite. A emoção e as energias positivas que vocês receberão serão infinitamente maiores do que tudo.

No final das contas, achei tudo lindo. Jamais vou me esquecer desse dia. E você também não vai. Aproveite cada minuto pois, se tem um conselho que me deram, que é certo, é o de que passa muito rápido.

Comentários: 1

Instagram