≡  
19
abr
2015

No começo desse ano, já na reta final do meu aviso prévio, decidi fazer planos pessoais para esse ano (se você não viu esse post, clique aqui). Nunca tinha feito, mas como esse era um ano de mudanças, achei que seria um excelente momento para colocar no papel tudo o que eu esperava, para facilitar as realizações. Agora, pouco mais de três meses depois, chegou a hora de ver o quanto as coisas evoluíram:

1 – Recolocar o aparelho fixo

Essa meta está 50% concluída. Fiz todos os exames e descobri que tudo o que a minha sogra havia me alertado aconteceu. Quando coloquei o aparelho antes do casamento, eu tinha só 11 meses para permanecer com ele. Para acelerar o tratamento, como eu havia pedido, a dentista apertava a cada 15 dias. Minha sogra, que é dentista, foi contra. Alertou que isso poderia causar diversos tipos de trauma. Os exames mostraram que ela estava certíssima. Esse tratamento louco ao qual eu me submeti, causou perda óssea nos quatro dentes da frente. A minha dentista atual então, me avisou que devido a esse problema, vamos ter que fazer o tratamento com toda calma e todo cuidado. Vou ter que fazer exames radiológicos periódicos. É aquela lei universal, quem não faz direito, faz duas vezes. Aprendi a lição e pretendo ir até o final do tratamento dessa vez. Na última sexta, eu recoloquei o aparelho na parte superior. Era pra eu já estar com ele completo, mas a minha dentista atual estava grávida e o baby nasceu no dia em que começaríamos o tratamento. No dia 11/05, ela vai colocar o aparelho na parte inferior. Ela previu que teremos mais ou menos um ano e meio de tratamento. Dessa vez eu fiz diferente, optei pelo aparelho estético, de porcelana. Achava que isso não importava muito, mas odiei muito as minhas fotos do período em que usei o aparelho de metal. Esse tipo é muito mais discreto.

2 – Tirar a carteira de motorista

Essa meta está 80% concluída. Achei que seria mais complicado realizar esse item do que está sendo realmente. Como tirei a CNH com 18 e nunca mais renovei, acreditava que teria que fazer todo o processo da autoescola, com aulas teóricas e práticas e todas as provas. Mas estava enganada, o procedimento a ser seguido era o de renovação (pagar o Duda, marcar uma data para levar os documentos solicitados no Detran e tirar foto, fazer exame de vista). Todas essas etapas já foram feitas. A única pendência é a prova teórica de atualização que terei que fazer. Vou marcar para daqui a duas semanas e estudar pelos simulados do Detran. A carteira ficará pronta 05 dias úteis após a realização da prova. Já as aulas teóricas, para voltar a dirigir de fato, só serão feitas quando a gente tiver alguma intenção de comprar um carro, coisa que só deve acontecer daqui a um ou dois anos.

3 – Aprender a nadar

Essa meta não evoluiu nada até o momento. A verdade é que a Bodytech é cara e eu não consigo me imaginar pagando mais para fazer natação. Como a rotina que eu estabeleci é de ir para academia três vezes na semana e eu me apaixonei pela Yoga, acho que essa meta será adiada para o próximo verão.

4 – Fazer um blog

Essa meta foi cumprida com louvor, 100%. Achar um nome e criar uma rotina de trabalho foram as partes mais difíceis do processo. Uma vez que o nome foi decidido, comprei o domínio e lancei o blog oficialmente. Isso aconteceu no dia 17 de março desse ano e, desde então, foram 40 posts publicados, muitos comentários e manifestações de carinho. Sem falar da viagem para São Paulo dessa semana, que tinha como objetivo criar conteúdo pro blog e foi uma das viagens mais divertidas que eu já fiz. A verdade é que faz muito tempo que eu não me dedico a uma coisa que eu ame tanto. O meu blog ainda é um bebezinho, ainda tenho MUITO chão pela frente. E, para fazer bem feito, dá muito mais trabalho do que as pessoas imaginam. Passo uma média de dez horas por dia na frente do computador, incluindo sábados e domingos. Acredito que o processo vá se tornar mais simples com o tempo, aos poucos vou conhecer melhor as ferramentas e descobrir a forma como eu funciono melhor para produzir. Mas o fato é que essa foi a mais enriquecedora das metas de 2015. Saber que tem alguém do outro lado, lendo, comentando, não tem preço. Essa troca é muito prazerosa.

5 – Ler todos os livros que eu tenho em casa e depois, compartilhá-los

Ainda estou desenvolvendo um método para cumprir essa meta. Pra começar, quando você cria um blog, descobre que tudo, absolutamente tudo, pode gerar conteúdo pra ele. Eu amo ler e gostaria de postar mais resenhas. Mas a forma como eu sempre li não favorecia essas resenhas. Eu leio muito rápido. E estou me acostumando a ler com caneta e papel ao lado e grifando pontos principais de cada livro. Fora que, ainda estou descobrindo como organizar o meu tempo para ler todos os livros e revistas que gostaria. As revistas também são fontes de inspiração e costumo comprar muitas. Pra resolver essa questão, estou reservando duas horas do meu dia para leitura e tentando comprar uma revista por vez. Quando ao compartilhamento, é um plano antigo. Tirando os livros do coração, espero emprestar ou dar todos os outros que eu tenho. Essa é outra coisa que eu vou estudar como fazer.

6 – Ficar mais consciente do caminho que o dinheiro faz depois que ele entra na minha conta

Melhorei consideravelmente a minha organização nesse quesito. Não há nada que eu gaste que não esteja lançado nas minhas planilhas, consigo acompanhar todos os gastos da casa, com detalhes. Mas ainda tenho pontos a melhorar. Acho esse assunto muito interessante, vou falar dele com mais calma em um post que será publicado no próximo domingo, 26/04.

7 – Viajar mais pelo Brasil

Essa meta está sendo muito bem cumprida e ela está me deixando especialmente feliz. Visitamos Belo Horizonte em março e esse mês eu estive em São Paulo, que eu não conhecia. Essas viagens estão me mostrando o tanto de bons passeios nós podemos fazer aqui no Brasil. Essa semana, vou falar mais da minha viagem para São Paulo. Dentro dessa meta, estão ainda viagens para as cidades históricas de Minas Gerais (Tiradentes, Ouro Preto, São João Del Rey e Mariana), Inhotim e Paraty.

8 – Terminar os planos pós-casamento

Meta 70% concluída. Nesses dois meses e meio que estou em casa, imprimi todas as fotos para as molduras da sala, comprei pôsteres da Urban Arts (que paquerávamos há tempos) para a nossa sala, coloquei quadros na parede em que fica a nossa cama e estou quase terminando o home office (faltam uns poucos detalhes). Ainda falta achar a cômoda ideal, fazer o quadro que vai ficar na parede da nossa mesa de jantar e afinar a rotina de organização e limpeza da casa, tarefa a qual eu tenho me dedicado bastante.

9 – Cursos, cursos e mais cursos

Essa meta ainda está parada. As pesquisas que estou fazendo de conteúdo e para melhoria visual do blog estão tomando grande parte do meu tempo. Espero concluir essa semana o primeiro curso em que me matriculei, o de Fundamentos da Administração, oferecido online e gratuitamente pela USP.

E você, já fez as suas metas? Fez a revisão delas ao final do primeiro trimestre do ano? Caso ainda não tenha feito, lembre-se que sempre é tempo de começar. Colocar as coisas que você esperar concluir no papel, te ajuda a não ser levado pela vida, é uma forma de tomar as rédeas dela. Essa lista é o ponto de partida para que você estabeleça linhas de ação e ande todo dia um pouquinho em direção aos seus sonhos. E num mundo tão corrido, priorizar talvez seja aquilo que você precisa para fazer da sua vida aquilo que você quer.

Comentários

Nenhum comentário foi publicado para este post. Seja o primeiro a comentar...

Instagram