≡  
02
abr
2015

Tava devendo uma visita pra uns amigos muito queridos que moram em Belo Horizonte há anos. Continuando firme nas minhas metas pra esse ano, uma delas era viajar mais pelo Brasil, fomos passar um fim de semana lá no começo de março. A minha última visita à cidade foi há 14 anos, logo, eu não lembrava de quase nada.  E me surpreendi com o que eu encontrei, uma cidade linda, arborizada, muito limpa. As promoções de passagens são muitas e BH fica a apenas 50 minutos do Rio de Janeiro. Sendo assim, sem desculpas, vamos conhecer mais o nosso país. Pra dar um gás a mais nessa campanha, aqui vão 5 dicas de programas para um fim de semana em Belo Horizonte:

- Mercado Central de BH

Av. Augusto de Lima, 744 - Centro, Belo Horizonte - MG, 30190-922
(31) 3274-9434

O Mercado Central de BH começou como uma feira, em 07 de setembro de 1929, com o objetivo de abastecer os seus 47.000,00 habitantes. Hoje, é um galpão de 14.000 m², que é um núcleo não só de produtos alimentícios, mas de artesanato e comidas típicas. Essa visita me lembrou três resultados certos da sua visita à cidade: você vai comer demais, você vai voltar com muita comida e você vai pro bar (falaremos desse último mais pra frente). Em relação à comida, boa parte da sua bagagem de volta vai sair desse centro comercial. Todo tipo de queijo, linguiças, doce de leite, cachaça... Além disso, você encontra muitas coisas pra casa. Eu, como sempre, dei prosseguimento ao meu costume de comprar coisas estranhas em viagem. Saí de lá com panos de chão, de prato, tapetes pra cozinha. Pra fechar com chave de ouro, você pode comer em um dos muitos restaurantes de comida mineira ou fazer como a gente, parar no balcão do bar e tomar uma cervejinha em pé.

- Feira de Artesanato

Avenida Afonso Pena, 1500, Centro, Belo Horizonte – MG

(31) 3018-7877

Essa é a uma das maiores feiras da América Latina, com público estimado de 140 mil pessoas, e foi criada em 1969. Ela acontece todos os domingos e é bom chegar cedo, tem muita coisa pra ver por lá. Comidas típicas, artigos de decoração, roupas, artigos em couro, acessórios... Chegamos lá por volta do meio-dia, que já é um horário ruim, mas mesmo assim conseguimos aproveitar bastante. Começamos a visita pela parte de acessórios e eu acabei escorregando do meu programa “Compras Zero”... Mas vocês vão ver, valeu cada centavo.

Essa bolsa foi o grande achado dessa viagem, custou apenas R$ 48,00. Ela é de camurça, forrada de oncinha, com bolso interno e as franjas estão em alta, dentro da tendência 70's. Brinquei com as amigas e todas acreditaram que era da Via Mia, ela tem um acabamento muito bom. Adoro gastar pouco com tendências, só invisto uma grana mais alta em peças clássicas. O bracelete lindinho custou R$ 10,00 e o trio de pulseiras, R$ 8,00. Não dava pra deixar passar...

Restaurante Faz de Conta

Avenida Toronto, 1465 - Jardim Canadá, Nova Lima - MG, 34000-000
(31) 3541-8959

Não dá pra sair de BH sem ir a um restaurante de comida mineira, isso tem que ser prioridade no seu roteiro. Nossos amigos nos levaram nesse paraíso no nosso último dia, foi a última parada antes do aeroporto. E eu vou começar falando da beleza do lugar. Gente, que lugar maravilhoso. Eu só fiquei imaginando um casamento alí. Móveis bem rústicos, ambiente integrado ao verde e um pé direito alto, com lustres lindíssimos. Quem já pesquisou imagens de casamento no Pinterest vai saber exatamente o que eu imaginei. O restaurante funciona no esquece de buffet, com uma infinidade de comidas e uma mesa inacreditável de sobremesas. Nossas apostas foram tradicionais, tutu, feijão tropeiro, couve à mineira, lombo com molho de maracujá. Tudo estava di-vi-no! O espaço ainda conta com uma área superlegal para crianças e com uma sessão de cervejas artesanais. Adultos: R$ 58,00 - Crianças de 3 a 6 anos: R$18,00 - Crianças de 7 a 12 anos: R$ 27,00. Domingo e feriado – Adultos: R$ 64,50 - Crianças de 3 a 6 anos: R$ 18,00 - Crianças de 7 a 12 anos: R$ 27,00.

Armazém Medeiros

Rua Rio de Janeiro, 2221, Lourdes - BH/MG 30160-042

(31) 3275-2665

Minas não tem mar, então, vamos pro bar. Que mineiro ama um bar, todo mundo já sabe. E o Armazém foi o melhor que visitamos na nossa viagem. Ele fica no bairro de Lourdes, numa rua cheia de bares charmosos e badalados. Saímos com uma excelente impressão do local. Os drinks eram deliciosos, os belisquetes estavam uma delícia e o preço, mataria um carioca do coração de tão baixo. Estávamos em um grupo de 8 pessoas, que comeram e beberam bem. Pagamos a bagatela de R$ 54,00. Em tempos de Rio $urreal, deu vontade de mudar pra lá.

Pra fechar o fim de semana com chave de ouro, não podemos deixar as belezas naturais dessa cidade apaixonante de fora...

Lagoa da Pampulha

A lagos faz parte de um complexo de atrações turísticas e foi projetada por Oscar Niemeyer. Eu sugiro uma voltinha na lagoa, com paradas na Igreja de São Francisco de Assis (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 3000 - Pampulha, Belo Horizonte - MG, 31365-450) e no Museu da Pampulha (Av. Dr Otacílio Negrão Lima, 16585 - Pampulha, Belo Horizonte - MG, 31365-450) , que possui mais de 1.600 obras em seu acervo e teve seus jardins externos assinados por Burle Marx.

Agora é com você, visite BH!!

Comentários

Nenhum comentário foi publicado para este post. Seja o primeiro a comentar...

Instagram