≡  
23
mar
2015
Como uma louca por bolsas de carteirinha, eu reconheço, a gente pode desejar bolsas glamorosas, mas toda mulher precisa de uma bolsa pra carregar a vida. Já sempre tive várias de couro, mas nenhuma foi tão versátil e prática quanto a Le Pliage, da Longchamp. Ela vai literalmente da praia ao trabalho, passando pela academia e pelo almoço com as amigas.
Esse modelo foi criado em 1993, inicialmente em nylon, com as alças e o fecho em couro, para testar o mercado, dominado pelas bolsas de couro, e se tornou o produto de maior sucesso da marca francesa.  Hoje ele pode ser encontrado em diversas cores, materiais e tamanhos. O modelo, inclusive, vai entrar para o Guinness Book – O livro dos recordes, pois a cada 15 segundos uma unidade é vendida no mundo. Até a duquesa Kate Middleton já desfilou com a sua.
trinta-e-poucos-longchamp-le-pliage-kate-middleton

No começo eu não achava o modelo muito charmoso. Mas nada que um período na Europa, especialmente na França, para ver essa bolsa em todos os lugares, acompanhando todo tipo de look, e mudar de ideia. Ela é acessório obrigatório da parisiense, 9 entre 10 delas têm uma. Comprei a minha em Capri, em setembro de 2013 e, desde então, ela é a minha companhia mais constante. Além da versatilidade, ela é ultraleve e totalmente dobrável.

trinta-e-poucos-longchamp-le-pliage

Vamos ao que importa, quanto custa ter uma pra chamar de sua. Vou considerar os valores da Le Pliage de Nylon, de alça longa, tamanho grande, que é a que eu tenho.

- Paris – € 78,00 x R$ 3,43*² = R$ 267,54

- São Paulo – R$ 400,00 + frete

- Miami*¹ - USD 145 + 7%*¹ = R$ 155,15 x R$ 3,34 *² = R$ 518,20

- Nova York*¹ – USD 145 + 8,875%*¹  = USD 157,86 x R$ 3,34*² = R$ 527,25

* Os impostos variam de estado para estado nos EUA. Considerei os destinos mais populares entre os brasileiros.

*² cotações do dia 23/03 – fonte UOL Cotações

A marca conta atualmente com três lojas no Brasil, todas em São Paulo, além do Brasif Duty Free de Guarulhos, onde os produtos da marca também podem ser encontrados. Falei com a Fabiane, gerente supersimpática da loja do Cidade Jardim e, além de me passar o valor, ela me disse que as lojas da terra da garoa vendem para todo o Brasil. As formas de pagamento para compras feitas de outros estados são depósito bancário ou cartão de crédito, sendo que essa última opção ainda possibilita o parcelamento em até três vezes sem juros. Mais, a Longchamp tem planos de abrir uma loja no Rio de Janeiro (ebaaaaaa!!) e as lojas do Brasil já têm a linha de roupas disponível para venda.

Pra terminar, seguem abaixo as fotos da vitrine do Shopping Cidade Jardim dessa semana:

trinta-e-poucos-longchamp-le-pliage-cidade-jardim-1

trinta-e-poucos-longchamp-le-pliage-cidade-jardim-2

 

Comentários: 1

Instagram